Sindsep/MS realiza reunião com suas bases na Funai

15/09/2016 20:45

O Sindicato dos Trabalhadores Púbicos Federais de MS (Sindsep/MS), realizaou hoje (15) na sede da Funai em Campo Grande, uma reunião com suas bases na qual foram passados informes e esclarecidos as dúvidas dos servidores quanto ao andamento das atividades do sindicato.

Na ocasião, a Dra. Silvana Goldoni, assessora jurídica do Sindsep/MS, informou o andamento dos processos e o acompanhamento que a Condsef e a instituição estão fazendo quando a questão da Portaria Normativa Nº 5, publicada no Diário Oficial da União no dia 1º de setembro, que estabelece e determina a conversão de servidores anistiados pela Lei 8.878/94, regidos pelo regime celetista, ao disposto na CLT (Consolidação das Leis do Trabalho). Ela explicou que logo que os encaminhamentos sejam feitos pela Condsef, que havia agendado uma reunião sobre o assunto hoje em Brasília, chegue às suas mãos, ela informará as bases quando ao procedimento que será tomado.

Durante a reunião, Dra. Silvana foi informada pelas bases que a Funai do estado está aguardando a instalação de uma comissão processante para punir possíveis irregularidades praticadas pelos servidores no exercício de suas funções e já assegurou que o jurídico poderá acompanhar as oitivas e acompanhar os filiados quando forem solicitados.

Quanto ao andamento da ação movida contra o ex-funcionário administrativo do sindicato que desviou verbas enquanto exercia cargo de confiança na instituição, a advogada informou que o inquérito policial foi concluído e que o delegado pediu denúncia ao Ministério Público, por furto qualificado. Também foi informado que após apuração da comissão instalada para fazer o levantamento do desfalque, foi concluído que não houve participação de nenhum diretor, mas que os diretores diretamente ligados à administração do Sindsep/MS receberam uma advertência pelo ocorrido.

A assessora fez uma resumo das principais ações e de seu andamento,  como o aumento abusivo da Geap, os 28.86%, 3.17%, auxílio alimentação, auxílio creche, entre outros.

Os diretores presentes, Jorge Guimarães e Wilson Polon, também responderam os questionamentos referentes à atual diretoria e fizeram uma análise da atual conjuntura política.