Servidores do Incra e Cultura fazem assembleias nacionais e aceitam firmar acordo com governo

02/12/2015 09:29

Servidores do Incra e da Cultura aceitaram firmar acordo com o governo que prevê, entre outros itens, reajuste de 10,8% em dois anos (ago/2016 e jan/2017). Este foi o resultado de assembleias nacionais realizadas em todo o Brasil na última semana. As atas foram enviadas pelas entidades filiadas à Condsef que já reportou a decisão à Secretaria de Relações do Trabalho (SRT) do Ministério do Planejamento. Além de solicitar uma agenda de reuniões para buscar a assinatura de termos para esses setores, a Condsef também voltou a cobrar a confirmação de um calendário para fechar outras pendências do processo de negociações. A entidade pediu ao Planejamento que esta agenda fosse definida ainda essa semana.

Dos setores que compõem a maioria do Executivo, servidores do INPI e Agências Reguladoras também aguardam oportunidade para firmar acordo. Servidores do Dnit esperam também retorno sobre item da lista de reivindicações da categoria que a SRT diz estar analisando. Seguindo a mesma lógica dos termos já assinados, além do reajuste de 10,8% em dois anos, os acordos contemplam reajuste nos benefícios (alimentação, creche e saúde), mudanças nas regras da contagem de pontos da gratificação para fins de aposentadoria. Além disso, os termos também asseguram a instalação de grupos de trabalho que devem debater temas específicos de interesse de cada categoria.

A SRT informou ainda que o governo trabalha com o dia 18 de dezembro como prazo limite para envio de projetos ao Congresso Nacional com previsão orçamentária para 2016. Os servidores devem seguir atentos aos fatos. Mais notícias sobre a confirmação de reuniões para tratar pendências desse processo de negociações e outras informações de interesse dos setores da base da Condsef vão continuar sendo divulgadas aqui em nossa página.

Fonte: Condsef