Nos próximos dois anos 4.332 PRFs devem se aposentar

04/11/2015 11:13

Dados fornecidos pelo Ministério da Justiça à Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais (FenaPRF), indicam que até 2017, 3.641 policiais rodoviários federais devem se aposentar e que 691 já estão com o abono de permanência , ou seja, 4.332 estarão aptos para a aposentadoria. “Se nada for feito, teremos uma situação insustentável e que colocará ainda mais em risco a vida dos policiais”, explica Lúcio Nogueira, presidente do SinPRF-MS.

Segundo ele, os 716 concursados do cadastro reserva de 2013 seriam um reforço mais que bem-vindo, porém estariam longe de resolver o problema crônico da falta de efetivo. Atualmente, apenas cerca de 350 PRFs fazem a fiscalização das rodovias em Mato Grosso do Sul. “Seriam necessários pelo menos 950 para cumprirmos com as normas de segurança e podermos realizar um trabalho satisfatório”, afirma Nogueira. Do último concurso, apenas 19 servidores foram lotados no estado. Outro ponto levantado pelo presidente, é a demora do Ministério do Planejamento em sentar com a categoria para fechar um acordo sobre as demandas específicas dos policiais, pois das carreiras típicas de estado, a da PRF é a que está mais defasada e a com a menor remuneração para o nível superior.

Além disso, o presidente faz um alerta, caso não haja uma reposição rápida no efetivo. “Muitos postos serão fechados, isso vai ser inevitável e a remoção de servidores ficará mais difícil, deixando menos atrativa ainda a carreira", revela.

Fonte: SinPRF-MS