Manifestantes protestam contra PEC do Teto dos Gastos Públicos

09/08/2016 11:47

Diversos manifestantes que ocupam a sala da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania se manifestaram contra a Proposta de Emenda à Constituição que estabelece limites para gastos públicos (PEC 241/16).

 

O deputado Nelson Marchezan Junior (PSDB-RS) criticou as manifestações contrárias e solicitou que as pessoas fossem retiradas do plenário da comissão. “Eu conquistei meu direito (de me manifestar) nas urnas. As galerias de plenário não são para desocupados. Vagabundo é quem trabalha menos e coloca mais gente aqui”, criticou o deputado.

 

A deputada Maria do Rosário (PT-RS) protestou contra a fala do parlamentar. “Peço que retirem das notas taquigráficas as palavras de baixo calão, porque representa quebra de decoro”, afirmou Rosário.

 

“Então, encaminhe ao Conselho de Ética. Eu reafirmo: são vagabundos”, rebateu Marchezan.

 

A deputada Érika Kokay (PT-DF) disse que as palavras de Marchezan representam abuso das prerrogativas dos parlamentares para ofender os presentes.

 

O deputado Espiridião Amin (PP-SC) criticou a radicalização de debate e criticou as ofensas ao deputado Nelson Marchezan Junior e aos manifestantes presentes.

 

O presidente do colegiado, deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR) advertiu que a próxima manifestação ofensiva dos presentes aos parlamentares, serão retirados do plenário.

 

Adiamento

O requerimento que pedia inversão de pauta para adiar a discussão da PEC do Teto dos Gastos Públicos foi rejeitado há pouco.

Fonte: Agência Câmara de Notícias