Fórum dos servidores federais se reúne no próximo fim de semana

12/01/2016 17:05

O Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fonasef) se prepara para reunir representantes do conjunto dos federais, em Brasília, nos próximos dias 16 e 17, sábado e domingo. A Condsef, que integra o fórum, já enviou convocatória a suas entidades filiadas em todo o Brasil para que participem do encontro. A prioridade dos federais este ano será debater e discutir estratégias para garantir mais e melhores serviços públicos à população brasileira e a defesa dos direitos dos servidores. O cumprimento dos acordos firmados com o governo, debate sobre direito de greve, negociação coletiva e data base também estão na pauta. Para o Fonasef, que tem papel fundamental na defesa dos serviços públicos e de seus trabalhadores, as lutas unificadas e as mobilizações nacionais são imprescindíveis para forçar o governo a se movimentar.

A participação neste primeiro encontro está condicionada ao preenchimento de uma ficha de inscrição que já foi encaminhada às entidades que compõem o fórum. Na programação estão previstos painéis que vão debater temas como direito de greve, data base e negociação coletiva. No primeiro dia do encontro, centrais sindicais (CUT, CTB e CSP Conlutas) também farão exposição de ideias em uma mesa de conjuntura. No domingo, 17, os participantes se reúnem para discutir e apresentar resultado dos debates de grupos de trabalho que serão formados. Haverá o levantamento de propostas que vão compor os encaminhamentos finais do encontro e devem servir de base para a construção e consolidação de ações em torno desta campanha em defesa dos serviços públicos.

Este é um momento particularmente importante para se promover esses debates. Os próximos anos serão decisivos para buscar a consolidação de um serviço público capaz de atender as demandas da sociedade que paga impostos e espera ver serviços de qualidade revertidos em seu benefício. O objetivo é promover um esforço conjunto em torno do debate de propostas sobre qual modelo de serviço público o Brasil quer e precisa. O objetivo também é convidar a sociedade a participar desses debates sendo ela a maior interessada no funcionamento adequado dos serviços públicos que são responsabilidade do Estado fornecer.

Entender os problemas atuais do serviço público e os obstáculos enfrentados por seus trabalhadores é essencial para pensar soluções para melhorar o atendimento à população. Continuar combatendo a política de ajuste fiscal e enfrentar privatizações, terceirizações, a precarização do serviço público e a redução de direitos trabalhistas segue fundamental. Essas vão continuar entre as ações do dia a dia de quem luta por um país desenvolvido economicamente e com justiça social.

Fonte: Condsef