Servidores da Ebserh do HU de Campo Grande acata orientações da Consef e aguarda nova audiência do TST

01/08/2016 08:38

Na sexta-feira (29), nas duas assembleias que aconteceram pela manhã e a tarde no Hospital Universitário de Campo Grande, a maioria dos sevidores votou pela rejeição da proposta da Ebserh de acatar o rejuste de 8,8% e decidiram, conforme recomendação da Condsef e do comando de greve nacional, aguardar o resultado da audiência com o Tribunal Superior do Trabalho (TST), marcada para o dia 10 de agosto.

A contraproposta da empresa condicionava o índice à suspensão imediata da greve, que já que já atinge doze unidades em sete estados e o Distrito Federal. No entanto, a decisão de orientar a suspensão da greve partiu de solicitação do ministro do TST, Emmanoel Pereira, que pediu um voto de confiança aos empregados da Ebserh. O objetivo é buscar um diálogo com departamento do Ministério do Planejamento (Dest) com vistas a melhorar a proposta do ACT da categoria.

Assim, enquanto aguardam a audiência, os servidores permanecem mobilizados e caso não haja acordo, a greve começará a partir do dia 15 de agosto em Campo Grande e e em outros estados da federação.

Fonte: Sindsep/MS