Condsef convoca filiadas para força tarefa no Congresso. Anulação da PEC que pode acabar com abono de permanência está entre prioridades

12/11/2015 08:28

O secretário-geral da Condsef, Sérgio Ronaldo da Silva, encaminhou documento onde convoca entidades filiadas à Confederação a participar de um trabalho de força tarefa no Congresso Nacional entre os dias 23 e 25 deste mês. O objetivo é promover um trabalho intenso junto a deputados e senadores para assegurar a aprovação de projetos considerados importantes para servidores e derrubar outros extremamente prejudiciais. Na lista está a busca pela aprovação da PEC 555/06 que propõe o fim da contribuição hoje imposta a servidores aposentados e pensionistas. Os servidores também vão trabalhar para que seja anulada a PEC 139/15 que acaba com o abono de permanência e ameaça tirar do serviço público federal mais de 101 mil servidores experientes e qualificados.

Nos três dias de força tarefa também estarão em evidência esforços para derrubar o PL 3501/15 que institui o INSI (Instituto Nacional de Saúde Indígena). O que os servidores consideram importante é o fortalecimento de órgãos como a Funai que atua diretamente no atendimento a comunidade indígena. Ainda nesse trabalho está a busca pela aprovação da PEC 17/14 que concede indenização e tratamento médico a servidores intoxicados da ex-Sucam. Esse problema já foi reconhecido como uma questão humanitária pela então ministra dos Direitos Humanos, Maria do Rosário.

No dia 23 a Condsef promove uma reunião preparatória em sua sede, em Brasília, a partir das 14 horas, para que este trabalho seja desenvolvido de forma eficiente e gere os resultados esperados. Continue acompanhando. Essa e outras informações de interesse dos setores da base da Condsef seguem sendo divulgados aqui em nossa página.

Fonte: Condsef