COM NEGOCIAÇÕES DE ACT EMPERRADAS, EMPREGADOS DA EBSERH APROVAM GREVE A PARTIR DO DIA 19

04/09/2017 16:40
Decisão foi tomada por unanimidade em encontro nacional da categoria nessa segunda, em Brasília
A partir do dia 19 desse mês, empregados da Ebserh em todo o Brasil vão paralisar atividades por tempo indeterminado. A decisão de iniciar uma greve foi tomada por unanimidade nessa segunda-feira durante encontro nacional da categoria, na sede da Condsef/Fenadsef, em Brasília. A principal motivação está na ausência de avanços no processo de negociação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) dos empregados da Ebserh que desde o início do ano tentam chegar a um acordo com a empresa, sem sucesso.
A morosidade no processo que se arrasta desde dezembro quando a categoria apresentou formalmente sua proposta de ACT à empresa não é o único fator. Na última reunião dos empregados com a empresa, os representantes da Ebserh disseram não a todas as cláusulas econômicas e sociais presentes na proposta da categoria que não pretende aceitar a redução de benefícios conquistados no ACT vigente. Vale lembrar que a data base da categoria é 1º de março.
A partir da decisão pela greve por tempo indeterminado, os empregados da Ebserh devem se organizar nos estados. As entidades filiadas à Condsef/Fenadsef que darão suporte ao movimento devem formalizar a decisão da categoria à Ebserh. O objetivo é construir um movimento sólido e com unidade para buscar o atendimento das principais reivindicações contidas na proposta de ACT.
A conjuntura desfavorável, somada à ausência de avanços mínimos nas negociações com a empresa, empurra a categoria para a necessidade de reação. “Os empregados não podem e não vão aceitar a imposição de um índice zero e a negação da empresa em dialogar até mesmo cláusulas sociais que sequer representam impactos financeiros”, adiantou Sérgio Ronaldo da Silva, secretário-geral da Condsef/Fenadsef.
 
(Fonte: Página da Condsef no Facebook)
Decisão foi tomada por unanimidade em encontro nacional da categoria nessa segunda, em Brasília.
 
A partir do dia 19 desse mês, empregados da Ebserh em todo o Brasil vão paralisar atividades por tempo indeterminado. A decisão de iniciar uma greve foi tomada por unanimidade nessa segunda-feira durante encontro nacional da categoria, na sede da Condsef/Fenadsef, em Brasília. A principal motivação está na ausência de avanços no processo de negociação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) dos empregados da Ebserh que desde o início do ano tentam chegar a um acordo com a empresa, sem sucesso.
 
A morosidade no processo que se arrasta desde dezembro quando a categoria apresentou formalmente sua proposta de ACT à empresa não é o único fator. Na última reunião dos empregados com a empresa, os representantes da Ebserh disseram não a todas as cláusulas econômicas e sociais presentes na proposta da categoria que não pretende aceitar a redução de benefícios conquistados no ACT vigente. Vale lembrar que a data base da categoria é 1º de março.
 
A partir da decisão pela greve por tempo indeterminado, os empregados da Ebserh devem se organizar nos estados. As entidades filiadas à Condsef/Fenadsef que darão suporte ao movimento devem formalizar a decisão da categoria à Ebserh. O objetivo é construir um movimento sólido e com unidade para buscar o atendimento das principais reivindicações contidas na proposta de ACT.
 
A conjuntura desfavorável, somada à ausência de avanços mínimos nas negociações com a empresa, empurra a categoria para a necessidade de reação. “Os empregados não podem e não vão aceitar a imposição de um índice zero e a negação da empresa em dialogar até mesmo cláusulas sociais que sequer representam impactos financeiros”, adiantou Sérgio Ronaldo da Silva, secretário-geral da Condsef/Fenadsef.
 
(Fonte: Página da Condsef no Facebook)